terça-feira, 24 de julho de 2007

As palavras não ditas

Palavras...
Muitas vezes dou por mim em monólogos, conversas unidireccionais imaginadas, com frases pensadas para determinadas situçaões que nunca acontecem...e como eu gostava que algumas se tornassem realidade...
Imagino um cenário completo, imagino a presença, a maneira de estar, as respostas nunca dadas, como se de um filme se tratasse, o filme da minha vida não concretizada...
São as palavras não ditas, essas que tantas vezes me atormentam a alma por continuarem a vaguear sem destino, por não terem sido ditas na altura certa ou por nunca se ter proporcionado o momento.
Há mesmo dias em que parece que me vão sufocar, deslocam-se rapidamente, como se quisessem sair a qualquer custo, como se houvesse uma imensa necessidade de se libertarem de mim, e eu luto com tudo o que tenho para as manter aprisionadas pois o mundo cá fora não as ia suportar...
Gostaria de ter a coragem de dizer tudo o que me apetece sem ter receio das consequências, de me desfazer de todas estas palavras de uma só vez e ficar vazia e livre, de voltar a ser um livro em branco.

Um comentário:

Espírito_Rosa disse...

Olá! Nem imaginas como m sinto identificada com as tuas palavras, gostei mt d ler, d pensar, d m aperceber k nc estamos sozinhos, k há momentos bons, momentos maus... mas a vida continua e temos k ir aprendendo a viver com o k temos, aprender a suportar as nossas escolhas... voltarei :) beijinho*